5 curiosidades sobre o filme “Nasce uma estrela”

5 curiosidades sobre o filme

Se você assistiu “Nasce uma estrela”, provavelmente ainda está impactado com a história e a maravilhosidade da produção. Veja algumas curiosidades que talvez você ainda não saiba sobre o filme…

1- Músicas gravadas ao vivo

Um dos requisitos de Lady Gaga foi para que as músicas cantadas no filme fossem gravadas ao vivo no set foi cumprido. “Ela disse, ok, o que eu quero fazer é o seguinte: eu quero que toda música seja gravada ao vivo também. Eu não quero que pareça que eu estou cantando em cima de um playback porque isso não parece correto para mim. Eu sempre percebo (quando isso é feito). Isso sempre afeta a performance. Eu quero cantar ao vivo, quero que a banda esteja ao vivo”, contou Morrow sobre o que Gaga disse. O responsável por colocar o método utilizado em filmes oscarizados como “La la Land” e “Os Miseráveis” foi o editor de som Steve Morrow, que também trabalhou no longa premiado de Damien Chazelle.

5 curiosidades sobre o filme "Nasce uma estrela"

2- Fãs de Lady Gaga participaram do filme 

Olha que máximo, a primeira vez que a personagem de Gaga, Ally, e Jackson Maine (Bradley Cooper) apresentam “Shallow” foi gravada no Greek Theater, em Los Angeles, apesar de a cena não se passar na cidade californiana. A maioria dos figurantes naquelas cenas é parte do fã clube de Lady Gaga. Os little monsters, como são conhecidos, foram convocados e escolhidos pela produção da cantora e tiveram a chance de participar das gravações do filme. Eles assistiram à apresentação de cinco músicas feitas por Gaga, Bradley e a banda de Lukas Nelson.

3- Inspiração para o personagem Jackson Maine

Jackson Maine é baseado em Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam. Em entrevista ao Yahoo! Entertainment, Bradley disse que Eddie não foi um grande incentivador da ideia de mais um remake do filme dos anos 30, chegando a dizer o seguinte: “Ele pensou que eu estava maluco em fazer esse filme! Ele ficou tipo: ‘Que?! Meu irmão, não faça isso!”.

Mas os apelos de Eddie não surtiram efeito e Bradley insistiu até ele topar ajudar. Na mesma entrevista, o Diretor disse o seguinte: “Fui até Seattle e passei quatro ou cinco dias com ele [Vedder], e fiz umas nove mil perguntas! […] Ele foi preciso! Me contou pequenos detalhes que só músicos conhecem. Questões de estética e trejeitos”.

5 curiosidades sobre o filme "Nasce uma estrela"

4- Beyoncé poderia ter feito “Ally” 

Quando a ideia para o remake do filme surgiu, quem interpretaria o papel que acabou com Lady Gaga seria ninguém menos que Beyoncé. A roteirista Camilla Blackett (Skins, New Girl, The Newsroom) foi considerada pra reescrever o texto de Bradley Cooper e, nesse fim de semana, ela publicou no seu twitter duas informações interessantes sobre os bastidores do filme: os produtores e os estúdios queriam “desesperadamente” Beyoncé no papel principal mas, segundo ela, acabou não rolando porque “ela decidiu se focar no seu álbum, que acabou se tornando o Lemonade”.

5 curiosidades sobre o filme "Nasce uma estrela"

5- Cenas foram gravadas em 3 festivais diferentes

O FESTIVAL DE STAGECOACH E LUKAS NELSON

A cena de abertura do filme, em que o personagem de Bradleyaparece cantando “Black Eyes” foi gravada em oito minutos, entre as apresentações de Jamey Johnson e Willie Nelson no festival Stagecoach, em abril do ano passado. Willie Nelson, aliás, cortou um pedaço de seu set para deixar que Bradley e cia subissem ao palco logo. O filho de Willie, Lukas Nelson, também teve um papel muito importante na concepção do filme, como veremos já já.

Bill Gerber, um dos produtores do filme, conta que enviou um e-mail para o produtor de Willie Nelson e que rapidamente recebeu a resposta: “Ele me escreveu de volta em cinco minutos com as seguintes palavras: ‘Nosso palco é o seu palco”, contou Bill em entrevista a “Billboard”. Ele conta que, antes de começarem a gravar, Bradley se apresentou para a plateia explicando rapidamente o que iria acontecer. “Você iria dizer que a plateia foi dirigida (mas não foi), eles abraçaram a ideia e foram muito cooperativos e você pode perceber isso vendo o filme”.

SHOW EM GLASTONBURY FOI GRAVADO NO MESMO DIA DE KRIS KRISTOFFERSON

Agora uma das maiores coincidências de “Nasce Uma Estrela“. A essa altura do campeonato você provavelmente já ouviu falar que esta é a quarta vez que o filme é refeito (a primeira vez, em 1937, como um drama; as duas vezes seguintes, em 1954 e 1976, musicais, estrelados por Judy Garland e Barbra Streisend, respectivamente). Na versão de 1976, Barbra Streisend interpretava o papel que hoje é de Gaga e, no lugar de Bradley Cooper, havia Kris Kristofferson, cantor americano. Quando Bradley teve a ideia de tentar gravar em Glastonbury, eles perceberam que Kris tocaria no tradicional festival britânico no mesmo dia em que eles desejavam filmar. Conversas se iniciaram ali para tentar um espaço no palco e, no fim, tudo deu certo.

NOS INTERVALOS DO COACHELLA

Quando a gravidez de gêmeos impediu Beyoncé de subir ao palco do Coachella nos dois fins de semana do festival, em 2017, Gaga foi convidada para pegar o bastão e entreter o público de Indio, na Califórnia. Não bastasse os dois shows que fez, Gaga e a equipe do filme ainda convenceram a produção do festival a liberar a estrutura do Coachella na semana entre os dias de apresentação para as gravações de “Nasce Uma Estrela“. Fãs puderam se inscrever para participar dos dois dias de filmagens. Aquelas foram as primeiras cenas gravadas para o filme.

Veja também:

10 aplicativos que toda mulher deveria ter no celular

8 filmes que mexem com pessoas sensíveis