Semente de Chia emagrece?

 

A verdade sobre a Chia:

Chia é uma planta (seu nome botânico é salvia hispanica) cultivada há muitos séculos no sul do México. Os Maias e os Astecas eram grandes apreciadores das sementes de chia, que além de ocupar uma parte importante de sua alimentação (parece que depois do milho e do feijão, era o vegetal mais consumido), também era usado como moeda. Elas ficaram confinadas lá no México, onde nunca deixaram de ser cultivadas, até o pessoal natureba descobrir, alguns anos atrás, que semente de chia é um dos alimentos mais completos, nutritivos e funcionais que existe. Além de extremamente ricas em fibras, elas são uma proteína completa, têm o dobro de potássio que a banana, três vezes mais antioxidantes que mirtilo (blueberry), seis vezes mais cálcio que leite e oito vezes mais ômegra 3 que salmão.

A chia, assim como a linhaça, é uma semente mucilaginosa, ou seja, em contato com líquidos se transforma em gel (graças ao grande teor em fibras), o que diminui a velocidade em que o organismo assimila os açúcares (carboidrato também é açúcar).

As sementes absorvem 12 vezes seu peso em água, hidratando o corpo e protegendo a mucosa do intestino.

Como se isso tudo não fosse suficiente, chia é facílima de ser digerida. Dizem que os guerreiros astecas podiam correr durante 24 horas depois de ter ingerido apenas 1colher de sopa de chia. Não sei se acredito nisso, mas  se alguém fizer o teste da maratona, por favor divida os resultados comigo.

Usos Tradicionais: constipação, diabetes, fadiga, febre, feridas, hipertensão, intestino ressecado, Mal de Alzheimer.

Propriedades Medicinais: antioxidante, demulcente, diaforético, emoliente, expectorante, laxante, nutritivo.

Tanto as sementes da Chia, quanto o restante da planta, são ricas em ômega-3, um ácido graxo poli-insaturado que oferece excelentes benefícios para a função cognitiva e ao cérebro, redução do risco de doenças vasculares e certos tipos de câncer. A Chia é também rica em vitaminas, fibras alimentares e também possui propriedades antioxidantes.

 Como prepará-la?

Nada mais simples! Chia pode ser consumida crua, de várias maneiras. Ela também pode substituir ovos em bolos e pães, exatamente como a linhaça, mas como custa uma pequena fortuna prefiro consumi-la crua, pra aproveitar ao máximo os nutrientes. Aqui onde moro pago o equivalente a 10 reais por um pacote de 200 gramas, mas se procurar talvez encontre mais barato. Sei que parece muito, mas ele rende muito, pois só utiliza-se 1colher de sopa  por vez.

1 colher de sopa oferece todo o ômega 3 que precisamos em um dia.

Pode colocá-la na fruta ou iogurte ou ainda utilizar como a  receita abaixo:

Misture 1cs de chia com 1/2x de água e deixe hidratar meia hora, mexendo de vez em quando. No final desse tempo um gel terá se formado, como na foto abaixo.

Você também pode preparar uma quantidade maior e deixar na geladeira. O gel de chia se conserva alguns dias, sem perder os nutrientes. Em seguida esse gel pode ser consumido de várias maneiras. Chia não tem absolutamente gosto nenhum e tem uma textura idêntica à sementes de tomate. Por ter sabor neutro pode ser misturada com outros alimentos sem alterar o gosto original. Você pode juntar o gel à papa de aveia (depois de pronta) ou vitaminas de frutas, por exemplo. Fica ótimo também com iogurte de soja, como na foto (1/2x de gel misturado com um iogurte).

 

Você também pode usar outros líquidos pra hidratar a chia.

Depois de hidratada, utilize a mistura de chia/leite de amêndoas de várias maneiras. A mais simples é misturar com frutas frescas amassadas ou em pedaços: peras em cubinhos, maçã ralada, pêssegos em pedaços, banana amassada (como na foto abaixo) …

Se a textura das sementinhas te desagradarem (tem quem ache viscoso demais, mas eu não me incomodo de maneira alguma), triture o gel com as frutas no liquidificador.

Bata mistura chia/leite de amêndoas com morangos.

 

Uma idéia de lanche ou sobremesa super nutritiva e deliciosa é fazer um pudim de chia.

Prepare o gel de chia com leite de amêndoas (a proporção é a mesma: 1colher de sopa de chia pra ½ xícara de leite de amêndoas) e depois triture  com 1 banana congelada (em rodelas) e 1 ou 2colher café de cacau em pó. Se eu tiver com vontade de um pudim mais docinho, coloque 1/3 de tâmara .

Pode também ser também utilizada como especiaria na cozinha, para ser borrifada em pães, bolos e biscoitos.

Esse alimento funcional é uma verdadeira mina de saúde. 

 

 

Em um estudo de 2007 no Diabetes Care, pesquisadores descobriram que pacientes com diabetes mellitus tipo 2, que consumiram 37 g de chia (cerca de 6 colheres de sopa) por dia, tiveram sua taxa de proteína C-reativa (um marcador de inflamação) diminuirem em 32%, além da diminuição da pressão arterial sistólica e diastólica, e uma melhoria na taxa de açúcar no sangue.

A semente da Chia é composta de aproximadamente um terço de proteínas, um terço de óleo e um terço de fibra solúvel dietética. O óleo na semente de Salvia hispanica contém concentração de dois terços de ácido graxo ômega-3. A semente também possui em sua composição, antioxidantes e aminoácidos, além de não conter glúten e possuir pouco sódio. É uma das fontes vegetais com maiores concentrações de ômega-3, ferro e cálcio.

flor de Chia

 

Entenda por que a chia elimina a fome

Segundo André Pellegrini, nutricionista da equipe do Centro de Bem-Estar Levitas, as fibras presentes na semente de chia são do tipo solúveis, que "incham" o estômago, retardando a sensação de fome.

– Essas fibras ainda retêm parte da gordura presente nos alimentos. E isso acaba saindo nas fezes em maior quantidade do que o habitual.

Especialista em alimentação, Paula Castilho, diretora da Sabor Integral Consultoria em Nutrição, explica que a chia também é bastante rica em óleo do tipo ômega 3, outro aliado contra os "pneuzinhos".

– A gordura é resultado de um processo de inflamação no organismo. Quando em excesso, o corpo deixa de enviar a mensagem de saciedade para o cérebro. Com isso, perde-se o controle da fome, passa-se a comer mais sem se sentir satisfeito. O ômega 3 ajuda o organismo a recuperar o controle sobre o apetite. Para completar, é desintoxicante. 

Mas a nutricionista avisa que não se pode exagerar no consumo da sementinha emagrecedora. 

– Por ela ser bem calórica, o ideal é ingerir no máximo uma colher (sopa) 30 minutos antes das principais refeições. Não fazer um prato cheio.

Já a médica Marcella Garcez Duarte, membro da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), explica como a chia deve ser consumida para se tornar uma aliada no emagrecimento.

– Como os carboidratos integrais, a chia demora para ser absorvida pelo organismo. Para ser uma aliada do emagrecimento, deve substituir alguma fonte de carboidrato e não complementar a dieta.

Ficou interessado em experimentar a chia? Então veja mais informações sobre a semente e assista aos vídeos:

 

 

Importante: é recomendo o uso, para magros ou gordos, pelos benefícios à saúde. Lembrando apenas que deve ser evitado por pessoas com histórico de diverticulite.

 

 
Onde comprar:
Casas de alimentos naturais vendem a semente a granel.
 

 

 

Fontes: R7, Papa Capim, Sabe tudo, Blog da Ana Cláudia, Jornal Hoje (Globo)

4 COMENTÁRIOS

  1. Essa semente é quase milagrosa, hehe! Eu venho consumindo há alguns dias e já sinto muta diferença! Senti, principalmente, que houve a regulação do meu intestino e, por consequência, a diminuição do peso. Comecei consumindo a chia em cápsulas e depois passei a consumir a chia a granel por poder colocá-la no iogurte, no suco ou mesmo com água. Com as duas versões, obtive resultado.
    Sempre acompanho notícias e dicas sobre a semente de chia neste site: http://www.chia.ind.br e compro meus produtos à base de chia nesta loja virtual de produtos naturais http://www.econatuz.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.